31 de janeiro de 2015

Conversa aleatória no shopping

Gabriel e eu estávamos no shopping, numa bela tarde de sexta-feira, quando decidimos escrever uma postagem para nosso querido blog.

- Vamos começar...
Não, espera! Para! Eu tenho um pesadelo que eu falo pra pessoa "Escreve aí!" e aí tudo que eu falo ela continua escrevendo... PARA SEMPRE!
Mas também seria irado, porque eu poderia escrever livros só com as coisas que eu falo...
- E agora, a gente pode começar?
- Sério, sério mesmo?? Você que quis relatar meus devaneios...
- Eu sei. Só que eu não consigo falar nada sobre isso.
Acho que a gente pode começar a falar de como nós estamos empanzinados.
- Não. ("tapa") 
Vamos falar sobre o que é um blog e vamos apresentar um site que começou como um blog mas se tornou um universo de cultura.
PS.: Esse não é o nosso objetivo.
- Não pra você.

30 de janeiro de 2015

The Wolf Among Us

Hoje trago a minha primeira resenha de um jogo. Aviso desde já que não sou grande fã de vídeo games, pois normalmente jogo muito pouco e não consigo me prender a história com tanta facilidade assim.

Mas, como comentei rapidamente em um post no Secret Doramas sobre The Wolf Among Us (clique aqui para lê-lo), que foi um jogo simples, curto e que foi muito instigante, decidi escrever um pouco sobre ele, já que ele me fez jogar por 8 horas direto em apenas um sábado! (Que vergonha de mim...)

ATENÇÃO: SPOILERS DO JOGO! Se pretende jogá-lo, não passe da Ficha Técnica!! Fique por sua conta e risco!!

27 de janeiro de 2015

Ao Cair da Noite: Capítulo I


Quando um ser humano se vê frente à frente com a morte, o fim de sua existência atual, reage de inúmeras formas distintas. Apesar de aparentemente repetitivas, são totalmente imprevisíveis. Alguns choram, outros riem, outros expressam absoluta indiferença. E há os que correm. Uma necessidade desesperada de fuga, de escape, um afastamento do incontestável.


Malditos sejam esses que correm.


24 de janeiro de 2015

Filmes que eu quero que ele veja (mas ele nunca vai ver) - Begin Again e Once

Lembro como se tivesse sido a pouco tempo atrás. Eu era mais jovem. Estava assistindo uma das edições do Oscar, a de 2008, ainda comentado pelo José Wilker. E me divertindo muito com todos aquelas personalidades com vestidos bonitos e ternos.
De repente, é apresentada uma das músicas que naquele ano estava concorrendo ao "Academy Award for Best Original Song", que na minha cabeça era um prêmio para músicas desconhecidas...
Então, sou apresentada a "Falling Slowly", de Glen Hansard e Markéta Irglová, música original do filme "Once" ("Apenas uma vez", no Brasil). A apresentação do Oscar está disponível no Daily Motion. Adorei a música, mas o tempo passou, não consegui ver o filme e somente anos depois tive a oportunidade de assisti-lo. E definitivamente não foi um erro o Oscar ganhado pelos compositores.

21 de janeiro de 2015

ICARUS - Episódio 1

O jovem astronauta, mesmo após diversas viagens, nunca se cansava do sentimento de observar a terra, luz e todos os astros de dentro de sua nave no espaço sideral. Era algo sufocante, arrepiante, mágico e impossível de explicar para alguém que nunca havia presenciado tal paisagem. Após todas as viagens porém, o que estava para acontecer era incalculável e mudaria por completo o conceito da vida, ciência, esperança e fé. Pelo menos para uma pessoa...

20 de janeiro de 2015

"Oi, eu sou Goku!"

- Oi, eu sou Goku! Só que não, porque ela odeia Dragon Ball, Dragon Ball Z e GT e etc.
- Pô, mas tem 50 episódios só da luta com o Majin Boo. E tudo sempre igual! É um saco mesmo!
- Você esqueceu de cumprimentar as pessoas.
- Você também!
- Eu disse "Oi, eu sou Goku!" E essa conversa não pode ficar muito longa, porque a gente ainda tem que escrever a postagem.
- Ok, amor... Oi pessoal! Tudo bem com vocês? =)
- Bem vindos, sei lá.... Você que é a "pessoa experiente", Roberta.
- Você é péssimo com essas coisas.... Bom, estamos aqui neste pequeno local para escrever qualquer coisa! Boa sorte!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...