1 de agosto de 2016

Stranger Things

Com tantas séries novas rolando no Netflix nestes últimos tempos, confesso que fiquei um pouco cansada de maratonar. Tanto que eu ainda nem cheguei a terminar a segunda temporada de Demolidor e fico prometendo ao Gabriel que vou sim assistir esta ou aquela série, que ele já terminou há alguns milênios. Porém, eu estava esperando algo que realmente me prendesse.

Nos últimos dias, o número de memes sobre Stranger Things na minha timeline do Facebook quadruplicou, me deixando no mínimo curiosa sobre o que essa série tinha de tão especial além do aspecto oitentista. Conversando com meu digníssimo namorado, quase que eu desisti de ver a série. O trailer é tão confuso que ele entendeu que a série era de terror, e terror eu não consigo assistir nem querendo muito.

O Will me imitando quando eu estou cheia de medo dos filmes de terror.

Porém, ontem eu estava em casa, totalmente congestionada com esta gripe que tem acabado comigo há mais de uma semana e precisava de algo pra me distrair enquanto cozinhava meu magnífico jantar: um delicioso miojo de galinha caipira. Resolvi dar uma chance pra Stranger Things. Ela teria uns 5 minutos para me convencer de que era boa o bastante para eu continuar assistindo, afinal, miojos são bem rápidos de fazer.

Nos primeiros minutos, encontro uma cena que infelizmente não faz parte do meu cotidiano: 4 amigos jogando RPG. Dungeons e Dragons. E lá estava eu, embasbacada de feliz por estar vendo essas crianças jogando algo que eu, no alto dos meus 23 (quase 24) anos, nunca consegui jogar.


Depois disso, me deparo com um menino fugindo de algo que eu não tenho a menor ideia do que poderia ser. E então, finalizamos o começo da trama com o incrível mistério do menino que desapareceu sem deixar rastros, sua família e amigos preocupados, o policial com a rosquinha na mão buscando o paradeiro do menino desaparecido e uma menina estranha de cabelos raspados surgindo do além. Eu poderia muito bem parar por ali, afinal, a trama estava indo pra uma via um tanto quanto clichê. Mas eu queria saber mais.

Melhor poster ever! Mó cara de Mad Max!


Stranger Things nos apresenta tantos personagens interessantes e uma trama a princípio tão amarradinha que é impossível não curtir. A trama, ao contrário de outras séries apresentadas pela Netflix, cresce vertiginosamente quando conseguimos chegar mais e mais próximos da verdade. Posso dizer que o episódio ápice de tudo realmente são os dois últimos, onde encontramos tantas respostas que não sabemos mais o que pode acontecer.

Referências e mais referências

E, estranhamente, o clima dos anos 80 é impressionantemente contagiante. Eu não vivi nesta época, mas definitivamente consumi e consumo inúmeros dos produtos nela lançados. A série nos apresenta tantos esteriótipos que é impossível não se sentir nostálgico, mesmo com algo que você nunca vivenciou verdadeiramente. Os desenhos antigos, as roupas, os clichês românticos de filmes como "Gatinhas e Gatões" de John Hughes, as referências a cultura pop da época, como Star Wars, Senhor dos Anéis e o supracitado D&D, são um deleite aos olhos e ouvidos nerds. Além disso, quem curte as trilhas sonoras sintetizadas da época, que lembram um pouco as de Tron e também dos enquadramentos dados por Spielberg e em filmes como Alien: o oitavo passageiro e Os Goonies (nunca vi, mas é impossível não perceber as semelhanças...), vai entrar numa vibe anos 80 impossível de sair.


Além disso, conceitos físicos e químicos nos são apresentados de forma tão simples e lógica que eu fiquei surpreendida de como foi interessante relembrar tantos tópicos interessantes do meu ensino médio. Entender como realidades paralelas funcionam e como podemos ou não afetar e sermos afetados com sua existência; a explicação mais simples e fácil de reproduzir para qualquer um que não entende como a Teoria do Buraco de Minhoca funciona, através de uma pulga e um acrobata se comportam em cima de uma corda-bamba; lembrar como o campo magnético da terra funciona  (e fazer com que eu me pergunte como é que o Jack Sparrow quebrou sua amada bússola) foi uma experiência científica maravilhosa. Gente, que genial utilizar ovos para saber se a concentração de sal na água era suficiente para fazer alguém boiar! Nossa, sensacional!! Nesses momentos que eu fico realmente feliz em ser nerd e ver crianças, mesmo que fictícias sendo tão interessadas pela ciência.




Há tempos não vejo um tributo tão bonito e original como este. Stranger Things pegando para si todos esses tópicos poderia ter se tornado uma série boa só pela nostalgia. Mas ela supera isso nos trazendo uma história realmente fascinante.



Entendendo a história

O mistério por trás do desaparecimento de Will consegue despertar inúmeros questionamentos. Jim Hopper busca o menino, mas começa a perder as esperanças. Ao perder o filho, Joyce parece uma mãe totalmente perdida e maluca, que cisma em instalar luzes de natal (pisca-pisca) por toda a casa, acreditando que seu filho está se comunicando através delas. Jonathan, irmão de Will, começa a buscar seu irmão, mas acaba não encontrando muitas respostas.


Em paralelo, temos os amigos de Will, Mike, Dustin e Lucas, que decidem sair em busca do amigo desaparecido, refazendo os passos do amigo. Durante a busca, eles se deparam com Eleven (Onze), uma menina que fala pouco, tem sua cabeça raspada e está no meio da floresta sob uma chuva torrencial. Eleven é ajudada pelos meninos, que descobrem após um tempo que a menina é a chave para encontrar seu melhor amigo.


Concomitantemente, conhecemos melhor Nancy, irmã de Mike, que está começando um romance com um dos meninos mais populares da escola. Sua amiga Barb não aprova muito o romance dos dois, sempre aconselhando a amiga para que ela não se machuque. Em uma festa, Barb desaparece e Nancy começa a investigar seu sumiço.


Todos os caminhos acabam convergindo para um laboratório escondido na pequena cidade de Hawkins, onde testes científicos era realizados na pequena Eleven, objetivando entender o que eram os poderes telecinéticos da menina e o mundo paralelo que existe próximo a cidade.


Suposições sobre o final

O último episódio acabou com o meu coração. Há tantas pontas soltas que eu estou desesperada por respostas.

- O que aconteceu com a El?
Eu estou torcendo muito para que ela tenha ído apenas para o mundo paralelo. Claro que lá é escuto e terrível, mas a Eleven linda não pode ter morrido! Ver a carinha desolada do Mike foi terrível demais. Eles são incríveis juntos e esse romance me pegou muito de surpresa!! T--T


- El matou de vez o monstro ou se fundiu ao monstro?
Nem quero cogitar a possibilidade dela ter se tornado o monstro...


- O que nosso querido Delegado Jim Hopper foi fazer no carro preto dos cara do governo depois de toda aquela confusão??
Será que ele foi recrutado? Será que ele deu apenas um depoimento sobre o que observou sobre o Mundo Invertido?


- Por que Hopper deixa comida e principalmente Waffles em uma caixa na floresta??
Eleven estaria viva? Ela poderia consumir comidas no Mundo Invertido? Será que Hopper sabe disso ou é apenas uma esperança?

Será que ela está passando fome por aí? Ai meu Deus!! T--T

- O que é que está acontecendo com o Will??
Depois de tanto tempo no Mundo Invertido será que ele está contaminado com alguma coisa? Será que ele está se transformado em uma criatura parecida com a que assombrou Hawkins nos últimos tempos? Será que ele consegue se comunicar com a El?? Será que os outros personagens que estiveram no Mundo Invertido também terão efeitos colaterais com ele??


- O que é que deu na cabela da Nancy de ficar com o Steve??
Caramba, depois de vários episódios mostrando que o Jonathan é um cara mó legal, mó família e super caído pela Nancy, a tal menina do subúrbio decide continuar com o babacão. Na real, essa menina não tem salvação... ¬¬"


Muitas perguntas, mas apenas uma resposta: Stranger Things já tem sua 2ª temporada confirmada pelos seus criadores, os The Duffer Brothers!! E pelo que eu andei lendo por aí, os irmãos querem contar as histórias dos meninos até que eles cheguem a adolescência. Ou seja, pelo menos nós temos umas 3 temporadas vindo por aí, amigos!!

Bora comemorar galeraaa!!

E você, o que achou de Stranger Things? Quais são as suas suposições sobre as pontas soltas que eles deixaram? Comente neste post!


Queria abraçar todo mundo também T--T

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente sua opinião, crítica, sugestão ou whatever!
Nós do Peixe com Sales agradecemos!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...